Como criar cursos gastando pouco e de uma maneira eficiente

O acesso à informação nunca foi tão fácil. No passado, se uma pessoa tinha interesse em aprender mais sobre um determinado assunto, precisava procurar uma instituição de ensino ou então uma escola. Muitas vezes, tinha que ir até para outras cidades em busca desse conhecimento!

Os tempos mudaram e, hoje em dia, tudo está mais fácil para o potencial aluno. Com uma rápida busca na internet, é possível encontrar cursos e workshops presenciais ou online com rapidez.

Essa facilidade também se aplica aos profissionais que querem compartilhar conhecimento. No passado, eles precisavam se associar a instituições mais tradicionais para lecionar, que ficava responsável pela divulgação dos cursos, pelos pagamentos, etc. Hoje em dia, qualquer pessoa que tenha um conhecimento avançado em determinada área pode facilmente criar um curso, workshop ou palestra.

criar cursos gastando pouco

Mas como fazer um curso gastando pouco? Se você tem interesse em compartilhar os seus conhecimentos com mais pessoas, saiba que é possível sim criar workshops e eventos interessantes com um budget limitado!

Aqui vão algumas dicas de como criar um curso gastando pouco:

Conteúdo

Antes de você pensar em qualquer estratégia, lembre-se de que o seu conteúdo é o aspecto mais importante de todo o processo. Leve em consideração que a pessoa já tem muito acesso à informação pela internet, mas mesmo assim escolheu você como guia nesse aprendizado. Invista tempo para criar cursos e palestras que realmente serão transformadores. Isso não custa nada para você e pode te trazer um retorno financeiro enorme no futuro, com alunos satisfeitos indicando amigos para se inscreverem no seu curso.

Parcerias

Pouco recurso financeiro não é desculpa para não colocar o seu curso para rodar. Se o seu objetivo é fazer aulas, palestras, seminários ou workshops presenciais, procure parceiros! Pesquise quais são as empresas na sua cidade que estariam dispostas e ceder o espaço gratuitamente. Você também pode buscar apoio de alimentação, fotografia, vídeo, etc.

Esses pequenos detalhes fazem toda a diferença para a experiência do curso. O melhor de tudo é que tem muita gente disposta a oferecer esses serviços de graça, em troca de divulgação.

Na hora de vender a sua ideia para esse parceiro, explique que você está começando a oferecer cursos. Diga que a tendência é que esses eventos continuem acontecendo e que as pessoas que te ajudarem agora no começo se tornarão fornecedoras oficiais no futuro.

Voluntários

Você precisa de um time para fazer esse curso ou workshop acontecer, mas não tem condições de pagar por isso? Então a nossa dica é que você conte com voluntários, que podem te ajudar em troca da participação no evento.

Para isso, é importante que você torne esse processo interessante. As atividades realizadas não podem pesar na rotina e devem fazer sentido com o perfil profissional do voluntário.

Estrutura básica

Se o seu objetivo é oferecer cursos online, tenha uma estrutura básica, que garante que os conteúdos sejam produzidos com qualidade. Tenha em mente que para criar vídeos você não precisa de uma estrutura de cinema. Com uma boa câmera de celular, um microfone de lapela e um cenário bacana, sem ruídos e com uma boa iluminação já é possível gravar uma aula.

Plataforma online

O seu curso online precisa estar hospedado em alguma plataforma. Na hora de escolher um ambiente virtual de aprendizagem, opte por uma alternativa que funciona bem tanto em smartphones e tablets quanto no computador. Além disso, ela também deve ser personalizável, fácil de usar e ter ambientes nos quais os seus alunos possam conversar entre si, trocar informações, etc.

Além disso, é interessante que a sua plataforma tenha integração com outras ferramentas. A EngagED, por exemplo, é integrada à plataforma de educação à distância Eadbox.

Invista seus recursos em ações de marketing que realmente trazem retorno

Você precisa usar o seu budget com sabedoria quando está lançando o seu primeiro curso ou workshop. Portanto, na hora de pensar em ações de marketing, preste muita atenção no que realmente traz retorno para o seu negócio. O seu curso pode ser divulgado de diversas maneiras, tanto de modo online quanto offline.

Em geral, as mais utilizadas e que trazem um bom resultado em inscrições são os anúncios no Google e em redes sociais para públicos segmentados. Contar com um blog atualizado com frequência (com assuntos que em geral são abordados nos cursos) também é uma boa estratégia, bem como a criação de um e-mail marketing para alimentar possíveis interessados no seu conteúdo.

Estrutura profissional de curso

Independente do que você for fazer, a nossa sugestão é que o seu workshop tenha uma landing page específica, com foco em conversão.

O ideal é que essa página seja criada dentro de ferramentas de gestão e relacionamento educacional, como a EngagED por exemplo. Ao contar com uma plataforma como a nossa, você consegue captar alunos e interessados em um único sistema operacional. Com ela, também pode oferecer os melhores meios de pagamento para o futuro aluno, bem como automatizar o processo de vendas e aumentar a conversão. O melhor de tudo é que a EngagED é excelente para quem deseja criar cursos gastando pouco e de maneira eficiente. Isso porque ela trabalha com taxa de sucesso. Isso é: você só paga quando o cliente realmente se inscreve e efetua a transação bancária (a EngagED fica com uma porcentagem do valor transacionado).

Leia também:

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das atualizações da EngagED:

Obrigado! Confirmamos a sua assinatura na nossa newsletter.
Oops! Houve um erro. Por gentileza, tente novamente.