Relações são importantes. Especialmente entre você e seus alunos.

Não existe fórmula mágica, mas construir um bom relacionamento com os seus alunos é fundamental para o sucesso da sua escola. No texto de hoje, decidi compartilhar algumas dicas que podem ser colocadas em prática para você criar uma relação ainda mais próxima e positiva com os seus alunos. 

Separei esse artigo nas três fases do relacionamento do aluno com a instituição: potenciais alunos, alunos atuais e ex-alunos.

Como melhorar sua relação com o futuro aluno

Qual é o relacionamento que gera valor nesta fase: comunicação feita com eficiência e de maneira ágil e clara.

Como era a comunicação entre um potencial aluno e uma escola há 10 anos? Em geral, essa pessoa precisava ligar no telefone da instituição para pedir informações ou agendar uma visita. Nos melhores casos, a escola tinha um site, com informações básicas e um e-mail, que era respondido de tempos em tempos.

A comunicação era mais demorada e em geral as escolas deixavam a desejar. Porém, os alunos não se importavam, pois não tinham muitas opções.

Corta para 2019 e pensa na quantidade enorme de canais de comunicação disponíveis: Whatsapp, e-mail, telefone, Facebook, Instagram, LinkedIn, área de contato do site, Twitter, chat online… As opções de contato são diversas, porém grande parte das instituições ainda oferece um atendimento precário para seus alunos. A diferença é que agora os estudantes estão cada vez mais exigentes e o número de instituições disponíveis cada vez maior.

Para melhorar relação com alunos em potencial, você precisa garantir que a comunicação com essa pessoa seja clara, ágil e eficiente, independente do canal escolhido pelo potencial estudante.

 

Como fazer isso na prática:

 1- Solucione as dúvidas dos alunos

O primeiro passo para colocar essa estratégia em prática é garantir que todos os seus canais de comunicação sejam claros. Converse com o seu time e identifique quais são as principais dúvidas dos interessados nas suas aulas e antecipe as respostas, em um FAQ.

2- Seja multicanal

Antes de sair criando contas em todas as redes sociais para a sua escola, entenda quais realmente dialogam com os seus futuros clientes. Além disso, analise se vocês darão conta de atualizar e responder todos esses canais. Se por acaso a resposta for não, é melhor não oferecer essa alternativa.

Quer um exemplo prático? Há alguns dias, eu fiz o teste de encaminhar mensagens por WhatsApp para algumas escolas, que divulgam esse canal como uma alternativa para a comunicação. Uma delas demorou seis dias para me responder e, em vez de trazer a resposta que eu esperava depois desse período, perguntou como eles poderiam me ajudar, sendo que a minha primeira mensagem já trazia todas as dúvidas que deveriam ser sanadas. Se eu fosse um aluno interessado, essa seria uma impressão bastante negativa para um primeiro contato.

Neste caso, vale o questionamento: será que eles realmente deveriam ter esse canal, se não dão conta de atualizá-lo como o cliente espera?

Se o seu objetivo é ser multicanal, tenha o empenho de ser rápido e claro nas respostas. Isso vai dar trabalho, mas pode ser realizado com o auxílio de ferramentas que automatizam o contato entre interessados e empresas, como o Zendesk, por exemplo.

O tempo investido em criar um relacionamento positivo com as pessoas nessa fase vai te ajudar a convertê-los em alunos!

 

Ebook Aumente suas matriculas

Como melhorar a relação com alunos atuais

Qual é o relacionamento que gera valor nesta fase: o aluno quer se sentir importante, único e conectado (não apenas com outros estudantes, mas também com outros profissionais do mercado).

Todo mundo gosta de se sentir especial e isso também vale para o seus alunos. Mesmo que a sua escola conte com milhares de estudantes, você precisa fazer tudo que estiver ao seu alcance para que eles se sintam compreendidos e importantes.

Além disso, o aluno também deve sentir que faz parte de um grupo. Esse pertencimento deve acontecer com os outros colegas da sua escola e também com o mercado que essa pessoa pretende se inserir.

 

Como fazer isso na prática:

1- Personalize a experiência

Você pode fazer exatamente as mesmas ações para todos os seus alunos. Porém, se você personalizar algumas fases desse processo, consegue fazer com que eles se sintam especiais. Isso vale para atitudes pequenas como:

  • professores que sabem o nome dos alunos, desde a primeira aula - com o acesso às redes sociais dos estudantes, fica fácil de pegar uma foto de cada um deles, juntamente com uma breve descrição de seus interesses e entregar para os professores antes das aulas começarem.
  • comunicação com o nome de cada aluno - as ferramentas de automação permitem que você personalize todas as mensagens que encaminha para os estudantes.
  • lembrar de datas importantes para o aluno - é muito simples pensar em ações específicas para o aniversário do estudante, por exemplo. É um detalhe pequeno, mas que faz toda a diferença para melhorar relação com alunos.

2- Encare os alunos como amigos

A Perestroika é um excelente exemplo de empresa que consegue criar um bom relacionamento com os seus alunos. Algumas coisas que fazem parte da metodologia deles e que podem ser aplicadas na sua escola são:

  1. Apelidos - Eles sempre vão te chamar pelo apelido. Não é Guilherme, é Gui. Não é Renata, é Rê. Isso vale desde o primeiro e-mail trocado com o aluno, até o dia a dia das aulas.
  2. Comunicação informal - Você não é formal com os seus amigos. Então, se o seu objetivo é garantir que os alunos se sintam à vontade na sua escola, tenha uma comunicação leve e descontraída, como numa roda de conhecidos de longa data.
  3. Conheça a história dos seus alunos - Abra espaço para que os estudantes sintam-se confortáveis para contar suas histórias de vida, experiências e expectativas. Isso gera um vínculo muito grande entre os integrantes da turma.

Mas atenção, cada escola tem um grau de formalidade diferente, dependendo do curso e do público-alvo. Esteja atento para o cenário da sua escola e para a linguagem que seus alunos gostariam de ser tratados.

3- Seja conectado com o que é atual

Se a sua escola quer ser sempre atual, você precisa trazer pessoas do mercado para dentro da sala de aula. Isso não se limita apenas a professores da área, mas pode englobar ações como a criação de palestras sobre a área, eventos especiais, etc.

4- Surpreenda!

Quando o aluno se inscreve na sua escola, ele espera primeiramente um bom conteúdo. Porém, se você quer ser reconhecido pelo seu relacionamento, precisa surpreender. O que você pode fazer de diferente a cada aula para tornar a experiência legal?

Pode ser uma palestra diferente, algum happy hour inesperado dentro da sala de aula, um concurso específico para os alunos… O importante é causar um efeito "uau" nesse estudante. O resultado é ele voltando para a sua escola e também indicando a instituição para outras pessoas!

 

Como melhorar sua relação com o ex-aluno

Qual é o relacionamento que gera valor nesta fase: quando o aluno vê que, mesmo que ele tenha saído da escola, continua fazendo parte da sua história

Você sabia que conseguir um novo cliente custa cinco vezes mais caro do que manter um antigo? Se o seu objetivo é sempre ter salas de aula cheias, invista num bom relacionamento com os ex-alunos.  Para isso, você deve criar ações que façam com que ele sempre se sinta próximo da sua instituição.

Como fazer isso na prática:

1- Crie comunidades

Você pode criar comunidades de ex-alunos. Isso pode ser feito de maneira online (como grupos de Whatsapp, de e-mails ou nas redes sociais) ou offline (com eventos recorrentes, por exemplo).

2- Eventos especiais

Você vai trazer algum profissional do mercado para falar com os seus alunos? Então permita que pessoas que fazem parte da sua rede de ex-estudantes também participem desses encontros.

3- Valores especiais

Crie uma estratégia de descontos para quem já foi aluno. Dessa maneira, eles sempre voltarão para a sua escola quando tiverem interesse em se aprofundar em um determinado assunto.

4- Não deixe a comunicação morrer

Por fim, lembre-se de sempre se comunicar com esses ex-alunos. Pode ser um e-mail com as novidades do momento, ou então uma mensagem que pede dicas de futuras aulas e feedbacks. O importante é garantir que ele lembre de você constantemente e se sinta especial!

Na EngagED nós temos como objetivo auxiliar as escolas a diminuírem os seus processos burocráticos no processo de matrícula. E você? O que faz na sua escola para garantir um bom relacionamento com os seus alunos?


Checklist para curso presencial

Marcello Fedalto
Head of Business Development

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das atualizações da EngagED:

Obrigado! Confirmamos a sua assinatura na nossa newsletter.
Oops! Houve um erro. Por gentileza, tente novamente.

Leia também: