Tome decisões com base em dados e não em suposições

As instituições de ensino superior precisam lidar com uma situação paradoxal. De um lado, querem contar com mais alunos, capacitando cada vez mais pessoas para o mercado de trabalho. De outro, precisam ter um relacionamento próximo e criar um vínculo com o corpo discente, afinal de contas nenhum aluno gosta de ser considerado “apenas um número” na IES.

Mas como fazer para interagir adequadamente com os estudantes, enquanto se alcança as metas de matrículas de novos alunos? A resposta é: por meio da tecnologia.

A partir do momento que a sua IES adotar as ferramentas tecnológicas adequadas, consegue ter uma visão completa de quem é o corpo discente. Isso facilita a convivência com esses alunos, seja na comunicação, na análise das notas, etc. Duas dessas tecnologias são o DBM e o CRM.

DBM
Imagem: Rawpixel

O que é DBM?

DBM é a sigla de Database Marketing, que tem por objetivo auxiliar os gestores de uma empresa a recrutar e gerenciar informações sobre os seus clientes, usando vários canais de contato. O DBM é uma ferramenta que usa tecnologias e sistemas para segmentar grupos de consumidores. Para isso, identifica e analisa determinadas características desses compradores. Com essas informações em mãos, o empreendedor consegue ver quais são os padrões que se repetem entre os seus consumidores.

Ter essa quantidade de dados é riquíssimo para quem gerencia uma instituição de ensino. A partir do momento que você conta com alguma ferramenta de DBM, pode descobrir quais são os seus melhores clientes (aqueles que nunca atrasam o pagamento, por exemplo). Além disso, também consegue explorar o seu público e considerar as suas diferenças ou padrões na hora de criar novos cursos, oferecer descontos e ações relacionadas ao setor. Como essa ferramenta conta com uma série de informações sobre o aluno, é possível identificar padrões dos seus estudantes e criar uma “persona” da sua instituição de ensino superior.

O que é CRM?

CRM é a sigla de Customer Relationship Management, ou Gestão de Relacionamento com o Cliente. Ele é um software que serve para agrupar bancos de dados dos futuros ou atuais consumidores.

Além de contar com todos os dados do comprador, ele também traz informações sobre as vezes que a empresa entrou em contato com o consumidor. No caso de uma instituição de ensino superior, o CRM pode registrar nome, e-mail e telefone, por exemplo, de pessoas que demonstraram interesse nos cursos. Com isso em mãos, é possível contactar esses interessados quando for pertinente e registrar quando e como ocorreram essas interações.

Nas faculdades e universidades o CRM também pode ser usado para registrar o contato com os alunos atuais, para cobranças de mensalidades atrasadas ou avisos, por exemplo.

Quais ferramentas  escolher?

Com uma rápida busca na internet, é possível encontrar algumas ferramentas de CRM e DBM. Porém, se estamos falando sobre as instituições de ensino superior, o interessante é contar com um software que seja focado justamente nesse segmento.

Isso porque a ferramenta já será desenhada levando em consideração as peculiaridades e os desafios enfrentados por uma faculdade ou universidade. A nossa dica é que você use a EngagED, que foi criada especialmente para a área educacional.

Como a EngagED pode te ajudar nisso?

A EngagED fica na intersecção entre o CRM e o DBM. A ferramenta permite captar informações relevantes a respeito das pessoas que interagem com a sua escola ou instituição de ensino.Sua base de dados fica consolidada em um único lugar, tanto quem mostrou interesse nos seus cursos, quanto quem concluiu a inscrição fica registrado na EngagED.  

Esse histórico da jornada de inscrição é excelente para criar ações específicas de marketing. Por exemplo: se uma pessoa parou na etapa de pagamento, é possível mandar uma mensagem personalizada, com um tom que a convida a finalizar o processo. Você pode criar algum tipo de benefício, como um desconto se ela concluir a inscrição em poucas horas, por exemplo.  

Você pode ir além com a filtragem de interessados ou alunos. Como captamos diversas informações na hora da matrícula, é possível fazer uma segmentação bem específica. Por exemplo: quantas e quais são as mulheres que pagaram o curso no cartão de crédito e que são de Curitiba. Esse nível de especificação permite uma ação de comunicação extremamente personalizada! Pode ter certeza de que essa pessoa vai lembrar da sua instituição e terá vontade de ler tudo que você encaminha, pois vai perceber que as mensagens realmente dialogam com ela.

Além de contar com tudo isso, em breve a EngagED vai permitir o disparo de e-mails e SMS dentro da própria plataforma, o que vai deixar o processo ainda mais fácil.

Foco em conversão

Se neste momento você não tiver interesse em fazer ações de marketing, sem problemas. O principal foco da EngagED é a conversão. Portanto, a ferramenta já conta com funcionalidades que reativam o candidato caso ele venha a estagnar em alguma etapa da inscrição.

Se ele parar na fase de realizar o pagamento, por exemplo, vai receber uma mensagem automática para que retorne e conclua o processo. Tudo isso é automático na plataforma. Se necessário for, é possível ainda personalizar a comunicação como um todo. Saiba mais sobre a plataforma clicando aqui.

São os pequenos detalhes que fazem os estudantes se sentirem especiais. Com o auxílio de ferramentas como esta, a sua instituição de ensino vai surpreender tanto os alunos quanto os interessados nos cursos.

Leia também:

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das atualizações da EngagED:

Obrigado! Confirmamos a sua assinatura na nossa newsletter.
Oops! Houve um erro. Por gentileza, tente novamente.