Como criar um curso para dar aulas online no Zoom

Cada vez mais pessoas estão optando por fazer um curso online para aprender algo novo, desde um idioma estrangeiro até alguma profissão nova ou habilidades que o mercado de trabalho vem exigindo.

Se existe algum conteúdo que você domina e gostaria de compartilhar com mais pessoas, por que não criar um curso online? Existem diversas formas de começar a dar aulas online e o aplicativo Zoom, por exemplo, é uma excelente opção de plataforma de ensino.

Neste post vamos te dar algumas dicas de boas práticas para que você crie o seu próprio curso online, desde organização de ideias até colocar a mão na massa e ministrar a sua aula ao vivo pelo Zoom.

Decida o formato do seu curso online

A primeira coisa que você precisa saber para tirar a sua ideia de curso da cabeça e colocá-la no papel é que, mesmo os cursos ao vivo pelo Zoom, podem ser de variados formatos: 

Workshops que podem levar de um a sete dias, cursos de média duração que podem levar até seis meses ou cursos de longa duração que podem levar mais que seis meses, como um ano e meio ou dois dependendo da consistência do assunto que for abordado no curso. Quanto maior for a duração do seu curso mais estruturado em módulos aprofundados sobre o assunto ele deve ter.

Os workshops, por exemplo, duram poucas horas e são bastante verticais sobre o tema escolhido. Eles ajudam a aprender o básico de uma habilidade, os primeiros passos para uma nova profissão ou até mesmo abordar tópicos mais específicos dentro de uma área já conhecida pelo aluno, sendo então, aulas mais fáceis de vender até mesmo por serem ofertadas a um valor mais acessível que cursos de maiores durações.

Já os cursos de média e longa duração, geralmente, abrangem temas mais complexos e uma gama ampla de tópicos, além de acompanhar o aluno em um caminho completo de crescimento, visto que ao lecionar através do Zoom você pode, inclusive, oferecer orientações individuais sobre as dúvidas dos seus alunos. Essa aproximação é essencial para que a mesma pessoa queira adquirir outros cursos criados por você.


Organize suas ideias

Para oferecer ao público um curso realmente interessante, você deve se preparar bem. Antes de ligar a câmera e começar a discorrer sobre os seus conhecimentos, pense sobre a estrutura, os tópicos sobre os quais deseja falar e que público deseja atingir. Se você quiser dar aulas em nível básico, por exemplo, escolha uma linguagem simples e adequada tanto para quem não sabe nada sobre o assunto quanto para quem já possui algum conhecimento prévio sobre o tema do curso.

Por outro lado, se o seu objetivo é lançar um curso de especialização, você pode usar uma terminologia mais específica. 

Outro ponto importante é ter em mente o formato das aulas em si. Abuse de papel e caneta para determinar por onde quer começar e onde deseja chegar em cada aula para que o curso se conclua na data pré definida para o seu final.


Fique de olho na concorrência

Verifique os cursos já existentes sobre o mesmo tema que você deseja lecionar. Observe os principais tópicos e a forma como os professores mais bem-sucedidos se comportam, além de explorar títulos, descrições e formatos que fazem desses cursos os melhores. Mas lembre-se que esse estudo prévio é para que você crie um curso ainda melhor e não apenas copiar os truques da concorrência, ok?

Outra dica é ler os comentários sobre os cursos ofertados com o mesmo tema do seu curso. Leia o máximo que puder e principalmente os que tiveram notas baixas, esses comentários te ajudarão a saber o que não fazer no seu curso e, acredite, muitas vezes é melhor saber o que não fazer do que o que fazer.


Cuide da aparência

Em turmas presenciais é comum que o professor pegue o giz e escreva de qualquer jeito sobre o quadro negro, mas numa aula online e ao vivo através do Zoom, será necessário caprichar nos slides. Não precisam ter um design sofisticado, mas pelo menos conter as informações claras e organizadas. Além disso cuide também da sua aparência pessoal, afinal a câmera do professor sempre deve ficar ligada durante as aulas.


Intervalo

Não é porque a aula é no ambiente online que os alunos, e também o professor, não se cansam. Planeje suas aulas com um intervalo de pelo menos 10 minutos para que todos possam se levantar e respirar um pouco. O cérebro agradece!


Grave as aulas

Faça o seu show ao vivo pelo Zoom, mas também grave cada aula para disponibilizá-la aos seus alunos posteriormente. Você pode enviá-las para eles por e-mail ou mantê-las em um dispositivo que somente eles e você terão acesso. Isso trará exclusividade ao seu conteúdo.


Atenção às atualizações

Se o seu curso for abranger um tema que está em constante evolução, como marketing digital e afins, procure estruturar os módulos de forma que consiga alterá-los com facilidade no decorrer do curso. Essa dica vale principalmente para cursos de média a longa duração, onde os alunos esperam receber as informações mais atuais sobre o assunto.

É claro que nada substitui o calor da experiência de uma aula presencial e a oportunidade de compartilhar ideias e trocar insights pessoalmente sempre será mais agradável, porém um curso online também possui inúmeras vantagens e o Zoom favorece a aproximação entre alunos e professores.

Nunca utilizou o Zoom para aulas ou reuniões online? Neste post aqui a gente fala tudo sobre como criar a sua sala virtual através do aplicativo.


Marcello Fedalto
CEO

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das atualizações da EngagED:

Obrigado! Confirmamos a sua assinatura na nossa newsletter.
Oops! Houve um erro. Por gentileza, tente novamente.

Leia também: