Vai vender cursos online? Saiba por onde começar

Cada vez mais as pessoas estão interessadas em se aperfeiçoar e desenvolver novas habilidades. E por isso, quem está disposto a criar conteúdo e/ou vender cursos online tem um grande nicho de mercado que tem muito espaço a ser explorado.

Mas essa não é uma tarefa tão simples quanto parece. Neste artigo, separamos estratégias básicas que precisam ser seguidas desde o início por quem está começando a atuar nesta área.


Defina o público que você quer atingir

Essa é uma parte muito importante. O público que você quer atingir irá guiar muitas das suas escolhas. O público alvo representa seus potenciais alunos e alunas, ou seja, as pessoas que podem ter interesse no seu curso.

Para definir o seu público alvo, faça uma pesquisa de mercado. Veja quem são as pessoas que consomem conteúdos semelhantes com o seu. Qual a idade, o gênero, a localidade em que elas moram? Essas pessoas têm poder aquisitivo? Se sim, o valor do seu curso está dentro do que elas esperam pagar?

Outro ponto muito importante na definição do público alvo é entender as necessidades do seu público. Se você dá um curso de gastronomia, por exemplo, o seu público quer aprender isso por profissão ou por hobby? Sabendo o que seu público busca, você pode inserir isso no conteúdo do seu curso, e assim, atrair ainda mais gente.

Imagem de pessoas andando pela calçada Kaique Rocha
O publico alvo é aquele que vai, de fato, se inscrever nos seus cursos, por isso é mais importante que a sua estratégia seja orientada para ele. Imagem: Kaique Rocha (Pexels)

Crie um conteúdo de qualidade

O primeiro passo para um curso de sucesso é criar um bom conteúdo. Pense em uma habilidade que você tem bem desenvolvida, algo que você entenda com propriedade a ponto de ensinar outras pessoas sobre esse tema.

Para um bom conteúdo vale pesquisar outras referências sólidas na sua área, utilizar metodologias que atraiam seus alunos e expor o conteúdo de uma maneira fácil de entender.

Vale também pensar em exercícios e dinâmicas que ajudem seus alunos a colocar em prática o que estão aprendendo.

Sabendo que você precisa desses ingredientes todos, agora é importante planejar. Com todas essas ideias, você deve criar um conteúdo programático do seu curso, com os temas e atividades que serão abordados em cada aula.


Crie um bom material para divulgação

Quem não é visto não é lembrado. Investir em marketing e divulgação é fundamental se você quiser ter sucesso. Para isso existem duas maneiras: divulgação paga e divulgação gratuita.

A mídia paga envolve todo e qualquer anúncio em que você investe dinheiro. Isso inclui campanhas de search e display do Google, anúncios nas redes sociais (Facebook, Instagram, YouTube, LinkedIn, entre outras), mídias tradicionais como rádio, televisão, revistas e jornais, entre outros. Se você tiver pouca verba, em geral o marketing digital custa mais barato e traz resultados mais mensuráveis.

A divulgação gratuita é também chamada de orgânica. Esse tipo de divulgação não atinge tantas pessoas e demora mais tempo para trazer resultados, mas em compensação traz pessoas que estão interessadas de fato no curso que você oferta. Você mesmo pode criar posts de blog, divulgar seu curso nos seus grupos de redes sociais, gravar vídeos e compartilhar com as pessoas que você conhece, entre outros.

Em geral, ambas funcionam bem em conjunto, e uma é complementar à outra. Mas com certeza, se você quiser resultados mais rápido e em maior escala, a mídia paga vai te ajudar nisso.

Para a divulgação é importante pensar na qualidade dos materiais. Use textos bem construídos (e principalmente sem erros de português) e artes que sejam esteticamente bonitas. Se você não consegue fazer isso sozinho(a), vale pedir ajuda para alguém que entenda. A curto prazo isso significa mais alunos no seu curso, a longo prazo isso significa um branding melhor construído.

Ebook Aumente suas matriculas

Escolha uma ferramenta própria para vender cursos online

Isso vale tanto para quem oferta cursos presenciais quanto à distância. Não vale a pena investir pesado em divulgação e na criação do conteúdo, se os seus alunos(as) não conseguem se inscrever online. Mais do que nunca, você precisa facilitar a vida das pessoas, e adotar uma boa ferramenta vai facilitar a sua vida também.

A EngagED é um exemplo de ferramenta que automatiza todo o processo de inscrição para você. Não se preocupe com pagamento, formulário, envio de e-mails para seus alunos (ou até mesmo com o contrato, se precisar). Você pode publicar o seu curso, ver quem se inscreveu e receber os pagamentos tudo em um só lugar.

Faça testes

Ninguém disse que vender cursos online seria fácil. Nem que você acertaria de primeira. Fazer um curso teste antes, mesmo que gratuito pode te ajudar a encontrar falhas em alguma das etapas e melhorar isso, antes de um grande lançamento.

Chame algumas pessoas próximas, que estejam dentro do seu público alvo e peça para elas avaliarem todo o processo: desde a divulgação até o conteúdo do seu curso. Isso vai te ajudar a coletar feedbacks que podem ajudar você a aprimorar ainda mais o seu material e o seu processo.

Se você oferta um curso online, vale testar a plataforma de EaD que você contratou, se seus alunos assistiram até o final os vídeos, e como eles avaliaram a experiência como um todo. Se você oferta cursos presenciais, veja se o local e o horário foram bem escolhidos, se as pessoas se mantiveram atentas e se os exercícios trouxeram bons resultados.

Separamos aqui um artigo falando mais sobre testes.


Dica Bônus

Uma das maneiras de atingir um público maior é estar em um marketplace de cursos. Basicamente, isso significa que o seu curso estará visível junto com muitos outros cursos. Esse canal funciona como uma vitrine, pois muitas pessoas interessadas acessam buscam cursos nesse tipo de site. A Sala55 é um bom exemplo de marketplace de cursos.

Sala 55 - O primeiro marketplace de cursos livres do Brasil
Sala 55 - O primeiro marketplace de cursos livres do Brasil

Por fim, vender cursos online é uma tarefa que exige dedicação e empenho. Mas se você fizer de maneira planejada e sempre considerando a experiência do seu aluno, seu curso tem tudo para dar certo.


Checklist para curso presencial


Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das atualizações da EngagED:

Obrigado! Confirmamos a sua assinatura na nossa newsletter.
Oops! Houve um erro. Por gentileza, tente novamente.

Leia também: