Dicas infalíveis para você vender melhor o seu Curso Livre Online!

O sucesso de um curso online depende de muitos fatores. Um deles é que você precisa saber vender o curso, viabilizar turmas para poder ir em frente com o projeto de dar aulas. E nós vamos te ensinar algumas dicas certeiras para conseguir vender melhor seu curso.

Além de montar boas aulas, com conteúdo relevante e interessante, é preciso encontrar uma ferramenta para gerir suas matrículas, divulgar, tirar dúvidas, receber pagamentos… há muito trabalho a ser feito antes de o curso começar.

Fica tranquilo(a) que nós vamos te explicar passo a passo como passar por essa etapa com tranquilidade e garantir muitos alunos no seu curso!

Público-alvo

Quando você cria seu curso, um dos focos deve ser: para quem este material será interessante? Qual o tamanho desse grupo?

Isso é a definição de um público-alvo. A pergunta que você deve sempre fazer quando define o público é: quem será o meu aluno?

A partir destas informações, você começa a definir um perfil de público. Assim ficará mais fácil pensar em todo o processo de venda do curso: desde mensagens até valores financeiros, datas e horários, por exemplo.

Divulgação: blog, webinar, live... mostre sua cara e seu conteúdo!

Agora que você já tem ideia de quem é seu público-alvo, é hora de focar na divulgação. Onde essas pessoas estão? O que elas veem de conteúdo, que rede social mais usam? Elas estão em fóruns da internet?

É importante saber isso para direcionar os seus esforços de comunicação e venda do curso nos canais certos, e assim maximizar seus esforços e resultados.

Conteúdos são ótimas ferramentas de atração. Produza alguns materiais sobre os temas do seu curso ou temas próximos - e que sejam explicativos, curtos e dinâmicos. Considere um cartão de visitas sobre você, como professor, do seu conhecimento. O participante deve ficar instigado a saber mais após consumir o conteúdo que você produzir.  

É possível fazer em vários canais, como Webinares, Blog e Lives. Gerar conteúdo sobre o tema do seu curso vai atrair as pessoas interessadas no tema, o que já é meio caminho andado.

Em relação a Lives, seja no Youtube ou Instagram: elas podem ser feitas sozinho(a) ou então com pessoas do meio, que tenham abertura com o público que você busca atingir. É uma ótima estratégia para chegar até seus alunos, uma vez que você acerte o público do convidado(a) da live com o assunto do seu curso livre.

Redes sociais são importantes sim – tanto a mídia orgânica quanto a mídia paga!

É importante ter redes sociais orgânicas para promover não só o seu curso, mas também sua imagem profissional. Pelo menos ter contas LinkedIn e Instagram não farão mal nenhum para você - muito pelo contrário.

Use estas redes para agregar interessados em temas da sua área – eles são potenciais alunos e até mesmo divulgadores dos seus cursos. Isso porque verão em você autoridade no tema.

Outro uso de mídias sociais é fazer anúncios patrocinados. Separe uma verba para anunciar, lembrando sempre do público-alvo, em redes como Google Ads e Facebook Ads. É indicado contar com alguma orientação aqui, caso você não entenda muito – para que seus investimentos sejam feitos da maneira correta. Cuidado para não perder dinheiro investindo errado.

Encontre comunidades do tema para divulgar

Grupos no Facebook, fóruns na internet, Club House... existem milhares de grupos hoje em dia sobre os mais variados assuntos. Faça um mapeamento do seu curso, o assunto abordado, e encontre grupos onde a divulgação do seu curso possa fazer sentido – lembra do seu público-alvo? Mapeie os grupos onde o usuário estaria, vá atrás e boa divulgação!

Saiba mais: por onde começar a venda do seu curso online ?

Prova social

Você já viu isso várias vezes, e funcionou: um vídeo ou um depoimento de alguém falando do produto sem ser de modo publicitário. São os depoimentos de clientes.

No Marketing Digital, isso é chamado de prova social, que é quando alguém que já usou o seu produto, no caso, fez o seu curso, e teve uma boa experiência.

Este tipo de depoimento gera identificação no usuário que está pesquisando. O gatilho mental é: se essa pessoa fez e foi bom, para mim também será, pois tenho perfil semelhante.

Uma boa forma de fazer isso é pedir feedback e comentários ao fim do seu curso, quando as coisas estão frescas na cabeça dos alunos e eles poderão dar uma opinião mais certeira sobre você e seu curso.  

Depois do primeiro curso, você pode usar seus ex-alunos para serem divulgadores. Por isso é importante ter uma boa rotina de troca de ideias e canais de contato durante seu curso. 

Isso permite outras ações, como, no lançamento de uma nova turma, dar cupons de desconto para eles distribuírem para amigos ou colegas de trabalho - e porque não pedir uma forcinha, para que divulguem nas redes sociais deles? 

Landing Page: a cara do seu curso livre online

Seu curso precisa ser divulgado em vários lugares, suas mídias devem levar você até ele..., mas nada disso adianta se você não tiver uma Landing Page de conversão.

Ela é uma página onde todos os dados do seu curso estão: datas, valores, conteúdo... coloque o máximo de informações, pois é aqui que os usuários vão assinar seus cursos.

A LP é o aeroporto de todas as ações de divulgação do curso. É nessa página que devem chegar todos os interessados no seu curso online, este é o link que você vai distribuir em lives e redes sociais, então atenção máxima para que ela fique 100%, hein!

Saiba mais: 5 dicas para criar uma página vendedora para o seu curso

Conte com a Engaged para criar esta página – somos uma solução completa para cursos online livres. Você pode criar páginas, receber pagamentos e inscrições – tudo num mesmo lugar.

A Engaged é uma solução completa para cursos online livres. Gerencie tudo o que for relacionado ao seu curso: inscrições, pagamentos, certificados automatizados e organizações do curso em geral. Clique aqui e conheça mais sobre nós!

Marcello Fedalto
CEO

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das atualizações da EngagED:

Obrigado! Confirmamos a sua assinatura na nossa newsletter.
Oops! Houve um erro. Por gentileza, tente novamente.

Leia também: